"Votamos p/Previdência se a matança for permitida.

Ir em baixo

"Votamos p/Previdência se a matança for permitida.

Mensagem por Cimberley Cáspio em Ter 6 Fev - 13:25

Ruralistas topam Previdência por liberação de agrotóxicos.


Por Pedro Carvalho - Revista Veja

O Palácio do Planalto tenta a última cartada para tentar aprovar a Reforma da Previdência no Congresso até fevereiro de 2018; segundo a coluna Radar, da Revista Veja, a bancada ruralista deve votar pelo projeto e quer a liberação dos agrotóxicos como moeda de troca

2 DE FEVEREIRO DE 2018 ÀS 12:38 // 

BRASIL 247 - O Palácio do Planalto tenta a última cartada para tentar aprovar a Reforma da Previdência no Congresso até fevereiro de 2018. Segundo informações da coluna Radar, da Revista Veja, a bancada ruralista deve votar pelo projeto.


Para votar pela aprovação da Reforma, os ruralistas querem apoio de outras bancadas para aprovar projetos de interesses dos ruralistas. Também de acordo com as informações da coluna Radar, a liberação dos agrotóxicos será a moeda de troca.

Fatima Bark comentou na Veja - Mexer nas regras de tipos de agrotóxicos para a lavoura não é função de políticos mas sim de técnicos especializados que miram preservar o bem estar da população. Fora disso qualquer coisa é CRIME.

- O Brasil, além de estar vivendo crises econômica, social, e moral, também é um país em que grande parte de sua população está doente, ou inválida. Basta ficarmos uma hora na portaria de um hospital, clínica, ou laboratório para comprovar. Toda hora gente entrando e saindo. Uns não tão mal, e outros, muito mal. 

A carga de demandas por exames em laboratórios é enorme. Laboratórios, clínicas e hospitais particulares nunca ganharam tanto. Um paraíso para as máfias da medicina, seguros, indústria farmacêutica, e funerária. E a perspectiva é aumentar essa demanda ainda mais, causando enormes prejuízos à engrenagem econômica, onde empresários terão muito trabalho para manter o funcionário em atividade em perfeitas condições de saúde. E muitas vezes, o trabalho é interrompido, não por um mal no funcionário, mas sim, por um mal em um membro de sua família, em que o funcionário se vê obrigado a se afastar do serviço para dar o atendimento em casa. E se ocorrer um problema de saúde no funcionário, ao se afastar do serviço, irá ao hospital, que na maioria das vezes, o enviará ao laboratório para exames, que após, retornará ao hospital para que o médico possa saber o diagnóstico e tomar às medidas necessárias. Esse é o grande problema que passa o empresário no país.

Quem é o responsável por toda essa tragédia? O agrotóxico? A violência? As vacinas? O governo? A Justiça que vê tudo isso e não intervém? A questão é, independente da idade: quantos estão saudáveis no Brasil? Quantos estão doentes, ou inválidos? Quantos estão doentes em casa? Quantos estão internados em clínicas e hospitais? Quantos brasileiros estão aptos ao trabalho? Por questão familiar, quem pode trabalhar? Quem não pode? - Cimberley Cáspio
avatar
Cimberley Cáspio


Mensagens : 94
Data de inscrição : 24/01/2018

Ver perfil do usuário http://Antena Bibarrense de Notícias - caspiojornalista@gmail.co

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
MensagensUsuários registradosÉ o novo membro